Natalia Kodama

Nutricionista Funcional

Lanches

Opções de lanches para seu dia-a-dia.

Receitas

Receitas sem glúten, sem lactose

Antioxidantes na dieta

Previnem doenças, envelhecimento....

domingo, 15 de janeiro de 2017

Pãozinho de batata doce


Pãozinho, videozinho.... Pessoal me cobrando vídeos, desculpem a demora, conforme vamos melhorando a qualidade do vídeo, mais trabalho vamos tendo com edição, então acho que disso não passa, espero que estejam gostando dos vídeos! ehehehhe...

Essa receita é uma releitura de outros que já postei aqui em 2012 e 2013. Essa receita é da Alana Rox (The Veggie Voice), sigo ela nas redes, ela é vegana (não come nenhum derivado animal) e faz receitas sem gluten, o que contribui bastante para continuar seguindo e experimentando suas receitas.

Como sabem, não sou vegetariana, mas procuro comer de forma mais consciente possível.

Essa é uma delas:


Ingredientes:
- 1 xícara (chá) de batata doce cozida ou assada
- 2 colheres (sopa) de polvilho doce
- 2 colheres (sopa) de polvilho azedo
- 2 colheres (sopa) de flocos de amaranto
- 2 colheres (sopa) de óleo de coco
- sal e temperos a gosto

Modo de preparo: junte todos os ingredientes e misture bem com as mãos, se preciso adicione mais polvilho até que desgrude das mãos. Faça bolinhas e leve para assar em forno pré aquecido a 180ºC até ficarem dourados embaixo. Coma quentinho que fica mais gostoso.

Vejam o vídeo:



Estou um pouco ausente no blog, consigo estar mais presente nas outras redes sociais, então vou deixar o link aqui pra vocês do Facebook e do Instagram, me sigam!

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Ratatouille (assado de legumes)


Sabe aquele prato de se comer com os olhos?!? É o que eu acho do Ratatouille!! 

É possível fazer com os legumes picados, do jeito que achar melhor, mas acho muito charmoso fazer em rodelas e dispor no prato. 

Uma mistura de cores, sabores e NUTRIENTES!! Nada mais do que #comidadeverdade.


Fiz no almoço de domingo e claro, VÍÍÍDEO!!!  hehehehe... Vou postar a receita e deixar o vídeo para o final ok?



Ingredientes:
- 1 abobrinha
- 1 berinjela
- 2 tomates
- 1 cebola roxa
- Purê de 1/2 tomate com 1/4 de cebola (só bater tudo junto)
- sal e azeite a gosto
- ervas naturais a gosto (usei as disponíveis na minha horta: salvia, orégano, manjerona)

Modo de preparo: corte todos os vegetais em rodelas (a abobrinha passei no ralador, mas o resto preferi cortar com a faca, faça como achar melhor). Coloque a berinjela em água, para não escurecer. E aí, é só montar. No fundo do refratário coloque o purê de tomate com cebola, tempere com sal e azeite e comece a dispor os legumes (como no vídeo), intercale abobrinha, berinjela, tomate e cebola, até completar o refratário (talvez você precise de mais legumes). Por fim, coloque as ervas por cima, tempere com sal e azeite e leve ao forno pré-aquecido até os legumes estarem cozidos e levemente dourados.

PS: pode usar outros legumes (outras abobrinhas, pimentão, jiló), pode usar outros temperos, o importante é experimentar!

Vejam o vídeo que postei no Facebook:

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Patê de grão de bico

Como já devem imaginar, eu adoro grão de bico, no blog tem receita (torta de grão de bico, hommus), nas redes tem fotos... Também, rico em triptofano, precursor da serotonina (aquele hormônio que dá sensação de bem estar), além de de rico em fibras, vitaminas e minerais, proteína vegetal... como não amar?

Só lembrando de um pequeno detalhe... toda leguminosa tem que ser deixada de molho em água antes de cozinhar, eu costumo deixar pelo menos 8h de molho em água. 

Essa receitinha, conseguir fazer um vídeo (vou colocar no final).. é uma delícia para passar numa torradinha, colocar na tapioca, na bolacha de arroz, no pão, na salada, use sua imaginação, mas experimente e use! 







Ingredientes:
- 1 xícara (chá) de grão de bico cozido
- 1/2 xícara (chá) de ervas naturais (usei salsinha, cebolinha, manjericão e orégano)
- 1 limão espremido (no vídeo usei só meio, mas achei que precisava de mais)
- 1 xícara (café) de azeite extra-virgem
- sal a gosto.

Modo de preparo: leve todos os ingredientes a um processador ou liquidificador e bata até formar uma pasta.

Sirva em seguida ou leve a geladeira até a hora de servir. Como disse no começo, pode servir com torradas, pães, tapioca, bolacha de arroz, até com talos de legumes. Alguém me sugere mais alguma coisa para acompanhar?



Vejam o vídeo!!

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Tapioca: análise de qualidade.

Como sabem, a tapioca faz parte da minha rotina, por ser feita a partir da mandioca, é uma ótima opção para mim. Além de ser fácil de fazer, não contém glúten, que no meu caso (alérgica!) é importante. 

Independente se tem restrição ao glúten, a tapioca também entrou na rotina de muitas pessoas e é uma ótima variação do pão. Com a possibilidade de encontrar a goma já hidratada nos mercados a nossa vida facilitou bastante, não?

 
 

Pois é, mas a PROTESTE – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor , fez uma análise de com nove marcas de farinhas prontas e mostrou que você pode estar consumindo sal e conservantes sem necessidade.

Os produtos Akio, Sabor da Paraíba, Taeq, Cisbra e Chinezinho não são recomendados para compra. Taeq e Cisbra trazem bactérias acima do permitido por lei, o que pode causar intoxicação alimentar. A tapioca Akio apresenta um teor de sódio de 36,7 mg em 100g. Isto representa três vezes mais do que consta na marca Taeq (12 mg em 100g), segunda maior do teste com relação ao sódio. Outras marcas apresentaram irregularidades com relação à rotulagem e presença de conservantes. No entanto, em nenhuma deles detectou-se a presença de glúten e anormalidades com relação ao nível de umidade.
 bactérias acima das quantidades permitidas
Os produtos mais bem avaliados foram das marcas Paraibinha, Da Terrinha, Pantanal e Beijubom

E como eu sempre digo, LEIAM OS INGREDIENTES de qualquer produto que for comprar, quanto menos química melhor, no caso da tapioca, só goma/fécula de mandioca e água são o suficiente!